CEPID

Atividades

Divulgação

Serviços

CEPID Redoxoma no Pint of Science Brasil 2017

Autores: Maria Célia Wider

09/05/2017
Festival internacional de divulgação científica acontece nos dias 15,16 e 17 de maio

Pint of Science

Na próxima semana, por três noites, cientistas do CEPID Redoxoma estarão numa pizzaria, em Moema, batendo papo sobre ciência com o público, no Pint of Science 2017, festival internacional de divulgação científica que acontece simultaneamente em 100 cidades espalhadas por 11 países. No Brasil, o festival é coordenado por Natalia Pasternak e este ano será realizado em 22 cidades.

O Pint of Science foi criado em 2013, na Inglaterra, com o objetivo de proporcionar debates sobre pesquisas científicas mais recentes em formato acessível. A proposta é levar cientistas para falar diretamente com as pessoas, em ambientes descontraídos como cafés, restaurantes e bares. O festival chegou ao Brasil em 2015 e vem despertando crescente interesse.

Os pesquisadores do Redoxoma levarão para o público informações sobre pesquisas da área redox envolvendo metabolismo, dietas, radiação solar e o papel de oxidantes e antioxidantes em doenças. De acordo com a professora Carmen Fernandez, do Instituto de Química da USP e Coordenadora de Educação e Difusão do Conhecimento do CEPID Redoxoma, as apresentações foram definidas com o objetivo de promover debates sobre assuntos de interesse de um público mais amplo. Responsável por organizar a participação do Redoxoma no Pint of Science 2017, ela ressalta a importância do festival, que, “além de difundir ciência, permite que as pessoas conheçam um lado mais descontraído dos cientistas, fora da redoma da academia”.

Na segunda-feira, dia 15, o bate-papo será com a professora Alicia Kowaltowski, do Instituto de Química da USP, tendo como tema Metabolismo: Mitos e Verdades. A proposta é debater questões populares sobre o metabolismo, tais como: existe metabolismo lento ou acelerado? Comer de 3 em 3 horas acelera o metabolismo? Dieta sem carboidratos emagrece? Suplementos fazem aumentar a massa muscular?

Na terça, dia 16, o pesquisador Bruno Chausse, do Laboratório de Metabolismo Energético do Instituto de Química da USP, discute o tema Por que engordamos? Para responder a perguntas que muitas pessoas se fazem, como, por exemplo, “por que não consigo parar de comer?” “A dieta do jejum funciona?” “Por que deu certo com ela e não funciona comigo?”, o pesquisador vai falar sobre como o cérebro controla o apetite e o peso corpóreo, qual a origem da obesidade e quais intervenções para perda de peso que realmente funcionam.

Na mesma noite, o professor Guilherme Andrade Marson, do Instituto de Química da USP, fala sobre Química, sexo e poder. Nesta conversa o tema será a nossa insistência em superar os limites da condição humana. O pesquisador vai contar “causos moleculares e seu envolvimento em grandes prazeres e enormes desgraças”, e tentar responder se “afinal, somos quem somos porque somos o que somos?”

Na quarta-feira, dia 17, teremos o professor Maurício da Silva Baptista, do Instituto de Química da USP, debatendo sobre o tema Existe relação dos fótons luminosos com a saúde humana? A proposta é discutir questões levantadas atualmente sobre os efeitos da radiação solar, como: precisamos tomar sol para nos mantermos saudáveis? É fundamental usar filtro solar sempre? A luz solar visível é inócua à pele? A luz pode ser usada para curar doenças?

E, fechando a noite, o professor Francisco Laurindo, da Faculdade de Medicina da USP e diretor do Laboratório de Biologia Vascular do Incor, fala sobre Bases científicas para o papel de oxidantes e antioxidantes em doenças. Neste debate serão discutidas sucintamente bases moleculares que fundamentam o conceito de que processos de oxidação e redução envolvendo radicais livres e espécies reativas contribuem para doenças, assim como as implicações quanto à utilidade, segurança e eficácia de intervenções antioxidantes.

Os encontros com os pesquisadores do Redoxoma serão realizados na Pizzaria Dona Firmina, na Alameda dos Anapurus, 1491, em Moema, nos dias 15, 16 e 17 de maio, sempre das 19h30 às 21h.

De acordo com a assessoria de comunicação do festival, não é necessário fazer inscrição, o evento é gratuito e as pessoas só pagarão o que consumirem nos locais em que acontecerão os bate-papos científicos. Maiores informações e a programação completa do festival em http://pintofscience.com.br


Fale Conosco




Todos os campos são obrigatórios.


Enviando...

Fechar formulário