CEPID

Atividades

Divulgação

Serviços

Para consultores internacionais, CEPID Redoxoma é centro de referência mundial

Autores: Maria Célia Wider

20/02/2017
Comentário foi feito durante o 2nd CEPID Redoxoma meeting with the Advisory Committee

2º Encontro do CEPID Redoxoma com o Comitê Consultivo

O 2º Encontro do CEPID Redoxoma com o Comitê Consultivo, e terceiro encontro anual do grupo, mudou de formato e mostrou a evolução da rede. Desta vez, além de uma breve exposição sobre as metas científicas, tecnológicas e educacionais, pesquisadores apresentaram as contribuições mais criativas e significativas dos últimos dois anos, principalmente aquelas em que houve colaboração entre vários membros do Redoxoma.

“Estamos numa fase diferente, a rede está mais madura, por isso no encontro buscamos um formato em que as discussões fossem mais aprofundadas, como de fato ocorreu”, afirmou a professora Ohara Augusto, diretora do CEPID Redoxoma.

Balaraman Kalyanaraman (Medical College of Wisconsin, EUA) e Rafael Radi  (Universidad de la República, Uruguai)Para os consultores internacionais Balaraman Kalyanaraman, do Medical College of Wisconsin, EUA, e Rafael Radi, da Universidad de la República, Uruguai, o CEPID Redoxoma já se tornou um centro de referência mundial.

Participaram do encontro realizado nos dias 13 e 14 de fevereiro, no Instituto de Química da USP, pesquisadores, pós-doutores, estudantes e técnicos. Foram 97 inscritos e, para as sessões de pôsteres, foram selecionados 41 trabalhos já finalizados ou em fase de redação dos manuscritos. O físico Luiz Nunes de Oliveira, Coordenador Adjunto de Programas Especiais, representou a FAPESP.

Zona de conforto

Nos comentários que fizeram durante a última sessão do encontro, os consultores destacaram os avanços da rede em relação à ultima reunião da qual participaram, dois anos atrás. Segundo a avaliação deles, uma característica distintiva do CEPID Redoxoma é a abordagem mecanística da pesquisa realizada pelo grupo. “É importante não se limitar à pesquisa fenomenológica. Estamos em um mundo em que as coisas acontecem muito rapidamente, com pouca reflexão”, afirmou Rafael Radi.

Além disso, o CEPID Redoxoma aumentou a sinergia, com maior interação entre os membros e formou uma considerável massa critica de pesquisadores. Também, para os consultores, é visível o aumento do impacto internacional do grupo.

Na área de Transferência de Tecnologia, coordenada pelo professor Paolo Di Mascio, os consultores destacaram a importância da “facility” de Espectrometria de Massas, apresentada pelas professoras Graziella Rosein e Sayuri Miyamoto, reconhecendo o grande esforço necessário para manter uma infraestrutura impressionante como esta. E mencionaram o desenvolvimento do reator para tratamento de efluentes industriais, trabalho da professora Ana Maria Ferreira Costa, como um bom exemplo de aplicação de processos redox à conservação do meio ambiente.

Também afirmaram que as atividades de educação e difusão do conhecimento, coordenadas pela professora Carmen Fernandez, são uma força da rede, com destaque para as pesquisas em educação.

Pós-docs Marcos Yukio Yoshinaga (esquerda), Leonardo Y. Tanaka (centro) e o doutorando Sergio de Menezes (direita)Balaraman Kalyanaraman parabenizou os pós-docs Marcos Yukio Yoshinaga e Leonardo Y. Tanaka e o doutorando Sergio de Menezes, pela qualidade das apresentações de seus trabalhos durante o evento, e os pesquisadores do Redoxoma, pelo “tremendo trabalho de preparação dos jovens”.

Para os consultores, a fase exploratória do CEPID Redoxoma está encerrada e agora é necessário expandir a missão, “sair da zona de conforto”. Como exemplos dos aspectos que precisam ser aprimorados, mencionaram a simplificação do organograma, o contínuo aumento das interações entre os pesquisadores, e a possibilidade, para o futuro, de intensificar as pesquisas que possam apontar alvos para o desenvolvimento de medicamentos. Este último aspecto gerou debates entre os participantes. “As coisas não são tão simples. Em 40 anos de pesquisa em radicais livres, nenhum medicamento surgiu ainda”, comentou Ohara Augusto.

Em entrevista, a pesquisadora lembrou que um dos maiores desafios da área biomédica é entender os mecanismos pelos quais os processos redox são regulados ou desregulados. “As dificuldades em relação ao desenvolvimento de medicamentos se deve, principalmente, ao desconhecimento dos mecanismos redox subjacentes à saúde e a doenças”, afirmou, acrescentando que, nesse sentido, a pesquisa realizada pelos cientistas do Redoxoma está no caminho certo e já apontou alguns possíveis alvos terapêuticos.

2º Encontro do CEPID Redoxoma com o Comitê Consultivo

Palestras

No encontro, os coordenadores das metas mostraram as principais realizações nos últimos dois anos e, em seguida, pesquisadores apresentaram seus trabalhos. Na Meta 1, coordenada pela professora Marisa Gennari de Medeiros, Marcos Yukio Yoshinaga, pós-doc no laboratório da professora Sayuri Miyamoto, falou sobre Lipidomic analysis of XPC and MCR-5 cells submitted to UVA irradiation. E o professor Maurício Baptista falou sobre Natural photosensitizers.

Os trabalhos apresentados na Meta 2, coordenada pelo professor Luis E.S. Netto, foram: Ohr plays a central role in bacterial responses against fatty acid hydroperoxides and peroxynitrite, por Luis E.S. Netto, e Kinetics and mechanism of the reaction of human peroxiredoxin 1 and peroxiredoxin 2 with urate hydroperoxide, pela professora Flávia C. Meotti.

Na Meta 3, coordenada pela professora Alicia Kowaltowski, a própria pesquisadora falou sobre Mitochondrial morphology in cell differentiation, e Leonardo Y. Tanaka, pós-doc no laboratório do professor Francisco Laurindo, falou sobre Extracellular protein disulfide isomerase: a novel regulator of biomechanical adaptation in vascular cells.

As palestras da Meta 4, coordenada pelo professor Francisco Laurindo, foram Effects of caloric restriction on mitochondrial calcium handling, por Sergio de Menezes, doutorando sob a orientação da professora Alicia Kowaltowski, e NOX2 regulates inflammation by modifying thioredoxin-1 redox state, pela professora Lucia R. Lopes.

No Segundo dia do encontro, foram mostrados os avanços em Transferência de Tecnologia, área coordenada pelo professor Paolo Di Mascio. As professoras Graziella Rosein e Sayuri Miyamoto mostraram a Mass spectrometry “facility”, e a professora Ana Maria da Costa Ferreira apresentou o Redox reactor for purification of industrial effluents.

Entre as atividades apresentadas pela professora Carmen Fernandez, Coordenadora de Educação e Difusão do Conhecimento, o destaque foi a campanha de divulgação científica do Redoxoma - Aging campaign in the “Sowing Science” Project - que está sendo realizada no metrô.

As sessões de pôsteres foram realizadas nos dias do evento.

Sessão de pôsteres no 2º Encontro do CEPID Redoxoma com o Comitê Consultivo


Fale Conosco




Todos os campos são obrigatórios.


Enviando...

Fechar formulário