CEPID

Atividades

Divulgação

Serviços

Radicais livres no metrô (2)

Autores: Maria Célia Wider

02/02/2017
Campanha de divulgação científica do CEPID Redoxoma já circula pelo metrô de São Paulo

Duzentos cartazes espalhados nos trens das linhas verde e vermelha atraem a atenção dos passageiros.

Diz-me o que comes e te direi quem és. Velho que se cuida cem anos dura. Devagar se vai longe. É melhor prevenir do que remediar.

Longevidade, estilo de vida, dietas, poluição atmosférica, radiação solar. O que os cientistas têm a dizer sobre estes temas? O que eles têm a ver com radicais livres? O que radicais livres têm a ver com você?

No site Livres e Radicais - Química, vida, saúde e radicais livres, que pode ser acessado por celulares a partir de um código QR nos cartazes, os curiosos encontram as explicações. Cada ditado é associado a um tema da área redox pesquisado por cientistas do CEPID Redoxoma.

A campanha é coordenada pela professora Carmen Fernandez, do Instituto de Química da USP e Coordenadora de Educação e Difusão de Conhecimento do CEPID Redoxoma, e faz parte do projeto Semear Ciência, do Governo do Estado de São Paulo e dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs), apoiados pela FAPESP. O Metrô de São Paulo oferece o espaço nos vagões. A campanha do CEPID Redoxoma começou no dia 10 de janeiro e os cartazes ficam em exposição por dois meses.

PORTAL LABIQ

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Radicais livres no metrô (2)

Auto-play - ligado


Fale Conosco




Todos os campos são obrigatórios.


Enviando...

Fechar formulário