CEPID

Atividades

Divulgação

Serviços

CEPID Redoxoma discute o futuro em encontro presencial

Autores: Maria Célia Wider

01 ago, 2022
Reunião aconteceu nos dias 25 e 26 de julho, na Universidade de São Paulo

Depois de dois anos de reuniões e seminários virtuais, em função da pandemia de covid-19, cientistas, pós-docs, estudantes e técnicos do CEPID Redoxoma voltaram a interagir de forma presencial, no oitavo encontro anual do grupo, realizado na semana passada. Além da pauta científica, os cientistas discutiram o futuro da pesquisa redox no Brasil.

Para a professora Ohara Augusto, diretora do Redoxoma, o encontro mostrou a união do grupo e a excelência da pesquisa produzida, apesar do fechamento temporário dos laboratórios. Ela destacou, na abertura do evento, a importância da ciência e dos cientistas no enfrentamento da pandemia, com o desenvolvimento de vacinas, de testes diagnósticos rápidos e de melhores tratamentos para os casos graves da doença. “Passamos por tempos difíceis, que nos afetaram de várias maneiras. Sabemos que o número de brasileiros mortos foi excessivo e sabemos o porquê. E essa tragédia não foi o suficiente, porque nosso governo parece estar tentando destruir o país inteiro. Mas eles não vão conseguir, se os brasileiros decidirem seguir os bons exemplos para construir seu futuro”, afirmou.

O encontro contou com mais de 100 participantes. Foram apresentados os resultados científicos recentes mais importantes das quatro metas do Redoxoma, além dos avanços em inovação e transferência de tecnologia e em educação e difusão do conhecimento. Um dos destaques do evento foi a sessão de pôsteres, na qual foram apresentados e discutidos 57 trabalhos de alto nível científico, por jovens bastante estimulados.

Ohara Augusto foi homenageada pelo grupo por ter recebido o Lifetime Achievement Award da Society for Redox Biology and Medicine (SfRBM) de 2022.

“Nosso encontro mais uma vez demonstrou que o CEPID Redoxoma nos torna melhores profissionais. A ciência produzida por cada um de nós aumentou em qualidade, escopo e visibilidade. Também aumentamos nossa abertura a interações entre pesquisadores, com a sociedade e com empresas. Trabalhando juntos, conquistamos uma maior força política no cenário científico nacional e internacional”, afirmou Ohara, ao levantar a questão da continuidade do Redoxoma após o fim deste projeto CEPID. O consenso dos pesquisadores foi de que o grupo dever continuar.

Neste mês de setembro, o CEPID Redoxoma entra em seu décimo ano de atividade, sendo que a maior parte de seus pesquisadores principais participa das diferentes redes Redoxoma que antecederam o CEPID, como o Projeto Millenium e o INCT, desde 2006. Os Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) são apoiados pela FAPESP.

Destacando a importância da área redox na America Latina, Francisco Laurindo, vice-diretor do CEPID Redoxoma convidou todos os presentes para a conferência conjunta das Society for Redox Biology and Medicine (SfRBM) e Society for Free Radical Research International (SFRRI), que será realizada no Uruguai, em 2023. A partir de novembro de 2022, Laurindo assume a presidência da SfRBM.

O encontro do CEPID Redoxoma foi realizado nos dias 25 e 26 de julho, no Auditório István Jancsó - Biblioteca Brasiliana, na Universidade de São Paulo (USP).

Fotos do evento

Fotos: CEPID Redoxoma

Fale Conosco




Todos os campos são obrigatórios.


Enviando...

Fechar formulário