Apesar da crise econômica, CEPID Redoxoma consolida conquistas

Autores: Maria Célia Wider

20 fev, 2020
3º encontro com Comitê Consultivo mostrou avanços em todas as áreas

O CEPID Redoxoma continua produzindo ciência de alta qualidade, incrementou a relação com indústrias e ampliou as ações de divulgação científica, apesar do corte no orçamento da fase II do projeto. Os resultados que embasam esta conclusão foram apresentados no 3º Encontro do CEPID Redoxoma com o Comitê Consultivo, e sétimo encontro anual do grupo, realizado na semana passada, no Instituto de Química da USP.

# # # # #

Na abertura do encontro, a professora Ohara Augusto, diretora do Redoxoma, lamentou que os investimentos do governo federal em Ciência continuem diminuindo e afirmou que “a crise econômica enfrentada pelo país desencadeou várias crises, como a política, a moral e a de valores”. Ela destacou que, embora o cenário no Estado de São Paulo seja melhor, por causa da FAPESP, o CEPID Redoxoma recebeu um orçamento aproximadamente 60% menor do que foi solicitado para a segunda fase do projeto, aprovada em 2018. “Sabemos que o Redoxoma fase II não pode cumprir suas promessas sem uma suplementação, que foi solicitada em março de 2019, mas ainda não recebemos uma resposta”, alertou.

Apesar disso, o grupo segue apresentando excelentes resultados e, como ressaltou a pesquisadora, “o Redoxoma manteve sua identidade como um centro de pesquisa focado na investigação de mecanismos redox relevantes para a homeostase celular e disfunções celulares, com ênfase nas disfunções relacionadas a doenças humanas degenerativas crônicas”. Nesta segunda fase, o Redoxoma incorporou quatro novos pesquisadores, os professores Júlio Ferreira (ICB-USP), Marcos de Oliveira (UNESP), Graziella Ronsein (IQ-USP) e Daniela Truzzi (IQ-USP). Também passou a fazer parte do grupo o médico João Paulo Tardivo (FUABC - Hospital de Ensino Padre Anchieta), que já era um colaborador na fase anterior.

O encontro reuniu pesquisadores, pós-doutores, estudantes e técnicos do Redoxoma e os consultores Gari Fiskum, da University of Maryland, EUA, e Rafael Radi, da Universidad de la República, no Uruguai. Por causa dos transtornos causados pelas chuvas no dia anterior ao encontro, Rafael Radi foi orientado a cancelar a vinda a São Paulo. Ele participou por Skype, “mostrando uma enorme boa vontade e cooperação”, disse Ohara. Boa vontade também precisou ter o professor Fiskum, que, ao chegar, ficou retido no aeroporto de Guarulhos boa parte do dia.

# # # # #

O bioquímico Hernan Chaimovich, coordenador de Programas Especiais e Colaborações em Pesquisa, representou a FAPESP. E o pesquisador Nicholas P. Farrell, da Virginia Commonwealth University, Richmond, USA, que está em São Paulo para ministrar um curso no Instituto de Química, também participou do encontrou. Em entrevista, ele comentou que “[o Redoxoma] faz uma ciência impressionante, com relevância para a saúde, e que a maneira como os alunos se envolveram durante toda a reunião foi igualmente impressionante”.

A participação dos estudantes e pós-docs na sessão de pôsteres foi um dos destaques do encontro. Foram apresentados 55 pôsteres e tanto o alto nível dos trabalhos quanto a empolgação dos jovens chamaram atenção dos pesquisadores e conselheiros. Outro destaque foram as apresentações científicas dos jovens pesquisadores.

Avanços

A qualidade da pesquisa produzida pelo Redoxoma pode ser constatada, segundo Ohara Augusto, pelo fato de os resultados serem publicados em revistas científicas de prestígio. Além disso, essas pesquisas têm impactado o campo da biologia redox, o que é atestado pelo aumento do número de citações dos artigos que recebe na literatura internacional. “Nossa ciência continua ótima e está muito mais integrada, com a participação de vários grupos no mesmo trabalho, como foi ressaltado pelos coordenadores das metas. Dessa forma, os grupos se fortalecem e, como resultado, produzem trabalhos mais relevantes”. Outro destaque do Redoxoma são as facilities, como a que permite estudos de lipidômica - análise global de todos os tipos de lipídios existentes em sistemas biológicos - e tem sido utilizada em vários trabalhos do Redoxoma. A diretora do Redoxoma afirma que a crise também tem afetado esta atividade, neste caso com a falta de técnicos.

A área de transferência de tecnologia, coordenada pelo professor Paolo Di Mascio, teve um avanço surpreendente. A novidade é que recentemente foram assinados diversos contratos com empresas, principalmente na área de cosmética, que buscam a expertise dos pesquisadores do Redoxoma para avaliar ou desenvolver produtos, em especial aqueles envolvidos na proteção da pele contra danos causados pela luz visível e na proteção de cabelos. O contato com a iniciativa privada está sendo coordenado pelo professor Maurício Baptista, que é vice-coordenador da área.

# # # # #

Coordenada pela professora Carmen Fernandez, a área de Educação e Difusão do Conhecimento também avançou nos últimos anos, apresentando resultados importantes na pesquisa em Ensino de Química; na formação de professores do ensino médio; e no desenvolvimento de materiais pedagógicos, como os “Modelos moleculares de baixo custo”, do professor Guilherme Marson. Além disso, o grupo tem sido mais pró-ativo na divulgação cientifica. Além de manter um site e uma página no Facebook, nos quais são atualizadas as notícias sobre pesquisas e atividades do grupo, foi estabelecida uma parceria com o canal Nunca vi 1 cientista, das pós-doutorandas Ana Bonassa e Laura de Freitas, com o objetivo de divulgar o Redoxoma para o público jovem. Também foi lançado o projeto Vai lá no meu pôster como um congresso virtual permanente, em que estudantes apresentam seus pôsteres em vídeos curtos. Os pesquisadores, igualmente, têm feito divulgação para o público leigo, em palestras e artigos para revistas e jornais.

Luis Netto Adriano Chaves-Filho
Daniela Truzzi
Graziela Ronsein Júlio Ferreira Redoxoma Meeting 2020
Fernanda Cunha Francisco Laurindo Lúcia Lopes
Alicia Kowaltowski Carmem Fernandez
Percillia Oliveira Ohara Augusto
Redoxoma Meeting 2020

Fotos: Maria Célia Wider

Apresentações

No programa científico do encontro, os coordenadores das metas mostraram as principais realizações nos últimos anos e foram destacados alguns trabalhos, apresentados pelos pesquisadores. Na meta 1, coordenada pela professora Marisa Medeiros, o pós-doc Adriano Chaves-Filho falou sobre Lipidomics: challenges and lessons from ALS study; e a professora Graziela Ronsein falou sobre UVA light induces mitochondria dysfunction and DNA damage: insights from proteomic studies.

Na meta 2, coordenada pelo professor Luis Netto, a professora Daniela Truzzi apresentou o trabalho The HCO3-/CO2 pair increases H2O2-mediated hyperoxidation of human peroxiredoxin 1; e Luis Netto falou sobre Structure-based Insights into the Catalytic Power and Specific Reducibility of Ohr by dihydrolipoamide and lipoylated proteins.

Os trabalhos apresentados na meta 3, coordenados pela professora Alicia Kowaltowski, foram Lifespan-extending interventions enhance lipid-supported mitochondrial respiration in Caenorhabditis elegans, pela professora Fernanda Cunha; e A molecular pathway for protein disulfide isomerase effects on Nox1 signaling in Atherosclerosis, pela professora Lúcia Lopes.

Na meta 4, coordenada pelo professor Francisco Laurindo, a pós-doc Percillia V. S.Oliveira apresentou Protein Disulfide Isomerase Plasma Levels Reveal Proteomic Signatures Related to Endothelial Function in Healthy Individuals; e o professor Júlio Ferreira apresentou Targeting aldehyde metabolism and mitochondrial dynamics in cardiac diseases — new therapeutic avenues?